Sasha: um anfitrião e duas cidades

" Alô Clemente !" "Aqui quem fala é Sasha amigo do Serguei, vocês estão chegando em Omsk, certo?"

Pensamos; quem é Serguei? 

Foi assim que recebemos a ligação de um amigo, de um outro amigo do Misha.

Sim, o Misha continua a organizar um tour de acolhimento pela Rússia! Um grande irmão!

Sasha nos acompanhara pelo nosso rastreador através do site, acolhendo-nos com todo carinho.

"Tomorrow go to my factory and fly!"

O que seguiria realmente nos deixou boquiabertos! 

Em seu BMW, acompanhamos Sasha até um aeródromo a 60 km de Omsk.

Caramba! Que diferença faz andar num veículo sem a suspensão do nosso Citroën! 

Sasha possui dois enormes galpões à beira de uma pista de pouso particular de 3km de extensão, belíssimos hangares e isso é muita pista!!! Ali ele reforma antigos aviões militares, jatos e helicópteros, transformando-os em aeronaves experimentais, podendo assim modificar tudo sem qualquer implicação com as rígidas regras da viação. 

Aqui vale tudo, desde usar peças antigas, tanques extras para queimar combustível de automóvel, recondicionar pedaços de turbinas de helicópteros acidentados e assim por diante. O paraíso de qualquer aviador!

Sasha na realidade possui um verdadeiro harém de aviões russos, peças e também 10 engenheiros, estes ex militares, que hoje trabalham para ele reformando turbinas, motores e às vezes, belíssimos jatos L29! Aliás, ali encontravam-se 5 deles em perfeita condição de vôo. 

Com a figura de Lênin pintada em todas as paredes e salas, sem exceção, não era de se estranhar que os preços de todos as aeronaves ali presentes seriam bastante comuns, nada custava mais do que $100.000 USD, seja um caça, helicóptero ou pequeno Cesna reformado! Ficamos em polvorosa. 

Confesso que fiquei com bastante vontade de levar para casa um helicóptero russo ou então um jato L29. Contudo descobrimos que o consumo desses aviões e helicópteros russos é extremamente alto, foram construídos com uma robustez mecânica sem precedentes, onde a contrapartida se dá pelo enorme peso e o resultante consumo de combustível, algo na casa de 200 litros para cada dez minutos de voo.

Para os russos isso não chega ser um problema, pois aqui combustível para esses aviões é encontrado em abundância e a preços ridiculamente baixos.

Os minutos passavam como segundos e logo estaríamos todos perdidos pelo enorme gramado, entrando e saindo dos aviões,  comentando suas especificações, enquanto Sasha tentava nos arrebanhar para um passeio sobre a cidade, este com hora marcada em razão do plano de vôo registrado junto as autoridades locais.

Entramos em seu Cesna 210, uma raridade de 45 anos com trem de pouso retrátil e então decolamos com toda potência para um belíssimo vôo a 300km/h sobre Omsk. 

Quarenta minutos depois retornamos aos hangares do Sasha para continuarmos namorando aquele paraíso de peças e criatividade russa! 

Não é em todo lugar que se encontra engenheiros de turbinas desmontando aviões antigos, colocando peças em outros, enquanto uns arrumam uma asa acidentada e você aprecia o cockpit de um L29. 

Sacha realmente é "o cara"!

Coincidentemente no dia seguinte, Sasha teria que ir para novo os Novosibirsk fazer a homologação de um de seus aviões, cidade para qual também estávamos indo.

Novosibirsk: 

700 km mais próximos da Mongólia, já nos aproximando de Novosibirsk, Sasha nos liga e diz:

"Come to airfield; barbecue, beer and friends!"

O aeródromo que Sasha se referia, na realidade se tratava de um enorme aeroporto militar soviético, hoje desativado e alugado para fins privados. Sua sede era esplêndida, tivemos que parar nosso Citroën para uma belíssima foto ao por do sol.

Continuamos então em direção à cabeceira da pista em nosso velho GSA enquanto um pequeno avião fazia um pouso bem ao nosso lado na direção contrária. O local era uma espécie de aeroporto de Congonhas só que com dimensão bastante maior, porem totalmente abandonado! 

Então Sasha aponta para um enorme helicóptero militar MI-2 verde oliva e diz: 

Estou vendendo por $50.000 Dólares! Não podíamos acreditar! 

Ele abre o helicóptero, nos deixa eu sentar e pegar nos comandos, liga as chaves e todas as luzes no painel se acendem! Mostrou como ligar ambas as turbinas, porém não o fez. Mas estava claro que aquilo funcionava e sem qualquer problema. Simplesmente lindo!

"Eu desmontar o trem de pouso, desmontar hélice, contêiner 40 pés mandar para o Brasil!"

Perguntamos quanto a garantia, brincando ele responde "10 horas" !

Nos recolhemos então dentro de um pequeno contêiner, para apreciar o churrasco, a deliciosa cerveja russa e meia dúzia de dozes de conhaque para cada um de nós.

Nos impressionou a seriedade com eles tratam a questão de bebidas alcoólicas para aqueles que vão dirigir, fizeram questão de nomear aqueles que dirigiriam a trupe para os respectivos hotéis. Muito interessante! Se tratando de um país onde a bebida alcoólica é um ingrediente fundamental nas reuniões sociais, ficamos felizes de notar a seriedade com as regras! 

Sacha, muito obrigado!

 

 Sasha e a trupe em seu avião

Sasha e a trupe em seu avião

 Sobrevoando uma pequena cidade satélite de Novosibirsk  

Sobrevoando uma pequena cidade satélite de Novosibirsk  

 Cocpit de um L29 em reforma

Cocpit de um L29 em reforma

 Avião com motor radial em reforma

Avião com motor radial em reforma

 Um dos galpões do Sasha, repleto de aviõezinhos modelo

Um dos galpões do Sasha, repleto de aviõezinhos modelo

 Manches de monomotor se misturam aos modelos

Manches de monomotor se misturam aos modelos

 O galpão não é apenas um local de trabalho, mas também um lugar de descanso. Lenin sempre de olho em tudo. 

O galpão não é apenas um local de trabalho, mas também um lugar de descanso. Lenin sempre de olho em tudo. 

 Um calendário de aviões... 

Um calendário de aviões... 

 Modelos

Modelos

 Quantas pinturas domLenin tem nesta foto? 

Quantas pinturas domLenin tem nesta foto? 

 Sasha faz o briefing para uma foto

Sasha faz o briefing para uma foto

 A legenda da foto diz " seremos pilotos " ao fundo Lenin sempre de olho

A legenda da foto diz " seremos pilotos " ao fundo Lenin sempre de olho

 Atores de turbina esperando sua vez para ser instalados, próximo a caixa da Ikea

Atores de turbina esperando sua vez para ser instalados, próximo a caixa da Ikea

 Asas sendo recuperadas

Asas sendo recuperadas

 L29 sendo tecuperado por um experiente piloto de L29

L29 sendo tecuperado por um experiente piloto de L29

 Muito carinho e paz

Muito carinho e paz

 Turbina de um helicóptero Mi-2

Turbina de um helicóptero Mi-2

 Este está a venda! 

Este está a venda! 

 Este por apenas 5 mil dólares  

Este por apenas 5 mil dólares  

 Estes também, 5 mil dólares  

Estes também, 5 mil dólares  

 "Turbine engineers" 

"Turbine engineers" 

 Sasha exibe um modelo de turbina

Sasha exibe um modelo de turbina

 Painel para teste de turbina dos anos 60/70

Painel para teste de turbina dos anos 60/70

 Pás de helicóptero pressurizadas. Trincou?Aa pressão cai e o indicador fica vermelho! Invenção russa! Gênios!

Pás de helicóptero pressurizadas. Trincou?Aa pressão cai e o indicador fica vermelho! Invenção russa! Gênios!

 Cesna 185 sendo preparado para pousar em leit os de rio

Cesna 185 sendo preparado para pousar em leitos de rio

 Gerard sonhando com um Mi-2

Gerard sonhando com um Mi-2

 O blogger já ficaria feliz com este caminhão 6x6

O blogger já ficaria feliz com este caminhão 6x6

 Aeroporto abandonado de Severnii em Novosibirsk

Aeroporto abandonado de Severnii em Novosibirsk

 Quase que levamos este Mi-2 para casa! 

Quase que levamos este Mi-2 para casa! 

 Confraternização no contêiner na cabeceira da pista

Confraternização no contêiner na cabeceira da pista

 E como de praxe, também deixamos Sasha experimentar nosso " avião ".  

E como de praxe, também deixamos Sasha experimentar nosso " avião ".  

 Toda a turma reunida para nossa despedida

Toda a turma reunida para nossa despedida